JUIZ FEDERAL REVOGA PRISÃO DE TOTÔ.

O juiz federal de Marabá, Carlos Borlido Hadad, acatou recurso dos advogados da Comissão Pastoral da Terra e revogou nesta quarta-feira (3) a prisão do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Eurival Martins de Carvalho, o Totô do MST, que havia sido condenado a ano de prisão em razão de uma ocupação recente da Estrada de Ferro Carajás (EFC).
Em troca da prisão o juiz optou a uma pena alternativa, na qual “Totô” deveria prestar serviço no Hospital Municipal de Parauapebas por oito horas semanais durante um ano. O hospital, porém, fica distante 23 km do Assentamento Palmares onde o militante do MST reside, o que impossibilitou o cumprimento da pena alternativa. Por conta desta distância os advogados da CPT de Marabá, José Batista Gonçalves Afonso e Maria Barros ingressaram com recurso perante a justiça federal de Marabá, requerendo que “Totô” cumprisse a pena alternativa no posto de saúde localizado na vila do Assentamento Palmares onde ele é assentando e que sua prisão fosse revogada imediatamente.
O MPF não se opôs à petição dos advogados e deu parecer favorável ao recurso e, conseqüentemente, o juiz Carlos Hadad deferiu o pedido, revogando a prisão e autorizando que ele preste serviço pelo mesmo período no posto de saúde do Assentamento.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: