JUIZ FEDERAL REVOGA PRISÃO DE TOTÔ.

O juiz federal de Marabá, Carlos Borlido Hadad, acatou recurso dos advogados da Comissão Pastoral da Terra e revogou nesta quarta-feira (3) a prisão do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Eurival Martins de Carvalho, o Totô do MST, que havia sido condenado a ano de prisão em razão de uma ocupação recente da Estrada de Ferro Carajás (EFC).
Em troca da prisão o juiz optou a uma pena alternativa, na qual “Totô” deveria prestar serviço no Hospital Municipal de Parauapebas por oito horas semanais durante um ano. O hospital, porém, fica distante 23 km do Assentamento Palmares onde o militante do MST reside, o que impossibilitou o cumprimento da pena alternativa. Por conta desta distância os advogados da CPT de Marabá, José Batista Gonçalves Afonso e Maria Barros ingressaram com recurso perante a justiça federal de Marabá, requerendo que “Totô” cumprisse a pena alternativa no posto de saúde localizado na vila do Assentamento Palmares onde ele é assentando e que sua prisão fosse revogada imediatamente.
O MPF não se opôs à petição dos advogados e deu parecer favorável ao recurso e, conseqüentemente, o juiz Carlos Hadad deferiu o pedido, revogando a prisão e autorizando que ele preste serviço pelo mesmo período no posto de saúde do Assentamento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: