DETECTADA ANTECIPADAMENTE FRAUDE EM ALENQUER

No município de Alenquer, Oeste Paraense, foi preso um técnico da PROBANK, empresa terceirizada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que trabalha na manutenção de urnas e sistema de transmissão de dados em todo o país. A prisão, em flagrante, ocorreu ontem e foi determinada pela juíza eleitoral Adelina Luíza Moreira da Silva. O técnico cobraria R$2.000.000,00 (dois milhões de reais) e o serviço seria feito provocando um bug em algumas urnas eletrônicas, forçando com que a eleição fosse continuada com cédulas de papel. Na apuração o técnico transferiria os votos apurados ao seu “cliente”. O município e, em termos proporcionais, o que tem maior número de candidatos a prefeitos no Pará. São 6.
Fonte: Jeso Carneiro

Uma resposta to “DETECTADA ANTECIPADAMENTE FRAUDE EM ALENQUER”

  1. Anonymous Says:

    Zé, cadê a pesquisa do VOX populi que abalaria as estruturas…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: