BISPO BRASILEIRO INDICADO PARA O NOBEL DA PAZ

No início do mês, o Instituto Nobel da Paz, situado na capital da Noruega, Oslo, confirmou a primeira indicação brasileira ao prêmio que destaca ações voltadas a paz mundial.

O candidato é o bispo Manoel Ferreira (foto), fundador da Igreja Assembléia de Deus. A indicação não é válida apenas para o prêmio desse ano: o reconhecimento do trabalho do brasileiro fez com que o instituto o classificasse como candidato vitalício ao prêmio.

Com 76 anos, o alagoano, da cidade de Arapiraca, disputará a condecoração com representantes de mais de 190 países por trabalhos sociais com os menos favorecidos no Brasil e em outras 43 nações onde igrejas da Assembléia estão instaladas.

Apesar do cunho cristão dos trabalhos sociais realizados através da rede de igrejas espalhadas pelo mundo, Ferreira, que também é deputado federal pelo Rio de Janeiro, destaca que não é o seu trabalho missionário que o impulsionou a candidato ao prêmio Nobel, e sim a sua história em busca de paz entre os seres humanos. “É importante deixar claro que a minha indicação não é feita pela igreja, e sim pelo Brasil. O próprio instituto faz questão de dizer que a minha indicação é em razão da minha história”, destaca.

A busca do bispo pela paz já surtiu efeito em um dos lugares mais agitados do País: o Congresso Nacional. O apoio à indicação do brasileiro já reuniu todos os membros do Senado e quase 70% dos parlamentares da Câmara dos Deputados. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também endossou, na última semana, o nome do religioso como candidato brasileiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: